segunda-feira, 24 de dezembro de 2007

happy festivus

Um dos meus maiores medos é, um dia, o metro travar a fundo e o homem do coto, que pede na linha verde, vir desequilibrado direito a mim e bater-me com o coto algures perto da boca.

5 comentários:

tiagugrilu disse...

Foooooooooooda-se...

tiagugrilu disse...

P.s.: Obrigado por não censurarem o meu sincero desabafo.

Azathoth disse...

o que tu queres sei eu...

Pateta Anorético disse...

antes perto da boca que en cheio nos tomates.

njt disse...

Esta está boa.
Está.

A mim amedronta-me as referências nestes posts... o suposto informático que lida com dll's... apanhar o metro no CG... Na volta ainda partilhamos lugares de almoço e eu sem saber quem és, olho para ti e penso... "cagranda'cromo"...

E depois tens estes depoimentos!
Não consigo parar de imaginar a ponta do couto, onde foi suturado, que deve ter assim umas pregas de pele, onde se deve acumular nojo preto tipo aquele das preguinhas do umbigo que um gajo esgravata com um palito...