sábado, 5 de julho de 2008

@incógnito #2

Ela: "Não te conheço de algum lado?"
Eu: "Dos teus sonhos, provavelmente".

8 comentários:

Anónimo disse...

"Mas eu sou a manhã: apago estrelas
Hás-de ver-me, beijar-me em todas elas
Mesmo na boca da que for mais linda

E quando a derradeira enfim vier
Nesse corpo vibrante de mulher
Será o meu que hás-de encontrar ainda"

esta poetisa não é de figueiró dos vinhos...

anatcat disse...

pesadelos, Juvenal, era pesadelos

joana disse...

tens ali em cima um poema muito nice ;) ...

joana disse...

só é pena que o anónimo (ou, provavelmente, a anónima) se tenha "esquecido" de dizer que aquele poema é de Florbela Espanca.

Anónimo disse...

Respondendo:
1.está entre aspas..so
2.eu disse que não era de figueiró, porque Florbela é de vila viçosa...e certas pessoas teimam em confundir o meu refugio com figueiró rsr
3.é melhor dizer também que o poema não esta completo, mas as palavras de que me lembrei com a minha super memória foram aquelas...

...para qualquer outro linchamento, por favor escrevam para a vila

o juvenal ia preferir luta na lama, mas a minha cutis não permite, nem posso partir as unhas que tenho um casório em agosto

Evil Genius disse...

Recitar poemas... Bom atributo para uma gaja. Mas prefiro que saiba fazer um bom bobó. E se conseguir fazer o bobó a recitar Florbela Espanca, espectáculo...

arco-íris negro disse...

excelente pick up line

Anónimo disse...

demasiado pirosa e muuuito batida

ass: encontrei o teu blog no hi5,por acaso, n te conheço de lado nenhum