segunda-feira, 24 de novembro de 2008

chinese democracy

Não percebo a cena dos sem-abrigo. Não têm casa, comprem.

13 comentários:

Anónimo disse...

Epá...ó Quaresma...esta não tem piada!!

A ver se gostavas de dormir na rua com este frio ao pé dos pretos!!

maria disse...

hm...tb andas a ouvir o mesmo que eu...

e são ingleses, by the way

mas, queres lá saber

mj

Coisa Ruim disse...

... ou então aluguem.

tiagugrilu disse...

funf funf funf funf...!

João Barciela disse...

fdx... lOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOl

grassa disse...

Os sem-abrigo são malta esotérica, que acreditam que o mundo é que é a sua casa.

Tectos e paredes não é com eles.

Não confio em pessoal que não curte tectos nem paredes, da mesma forma que não confio em gajas que me dizem que "ele" é grande...

Nuno Blanco disse...

Ou façam usucapião. Os okupas perceberam esse nicho de mercado.

Ca Delicious disse...

Ruim!

Chinês Democrata disse...

Animal!
O limite entre uma cena ter graça ou resvalar para o mau gosto é ténue, e neste post conseguiste resvalar.

Canuca disse...

Novo álbum dos Guns N' Roses? lol

Quanto aos sem abrigo, n precisam de comprar, basta pedir ao presidente da câmara mais próximo em troca do seu voto lol ...

PmCDP disse...

Há gajos mesmo burros foda-se. Este Juvenal já aqui falou mais merda do que a que li em qualquer blog. Mas é no dia em que fala de sem abrigo, que vêm ladrar que resvalou para o mau gosto...

Chinês Democrata disse...

PmCDP, não me pareces um gajo muito dotado intelectualmente, mas por favor faz um esforço assim muito grande (mas não te cagues) a ver se percebes uma coisa:

o gosto é uma cena altamente abstracta, cada um tem o seu.

Para mim, que aqui venho muito amiúde, o poste foi fatela, para ti não terá sido, e para outras pessoas o Juvenal não diz uma pá caixa, quanto mais duas. Outras há ainda que o veneram e assim.

Os posts que me fazem rir a bom rir são em muito maior número que os outros, os que, ou pura e simplesmente não têm graça ou então são fatelas e resvalam para o mau gosto, tal como eu o entendo.

Ao conatrário do que para aí se diz, os gostos discutem-se sim, e embora o meu seja de certeza melhor que o teu, respeito os teus gostos, e defendo o teu direito a teres o teu gosto, seja ele qual for!

Questão diversa é que acho que já não tenho necessariamente de respeitar a tua opinião e, epá, que me venhas cá chamar burro e dizer que eu ladro, é que não pá.

Vai para o caralho que te foda.

O meu mais sincero alvitre é que um camião de ciganos reclusos sifilíticos em saída de fim-de-semana te atraque nessa popa lassa sem dó nem piedade, e que fiques três 15 dias a cagar fino, e com incontinência fecal, não sei se tás a ver?

Chinês Democrata disse...

Bem hajas, Juvenal!

Que mil mandarinas mamalhudas desabrochem em ti, quais Flores de Lótus num lago de águas tranquilas e profundas.