sexta-feira, 29 de outubro de 2010

undertow

A minha vida dava um acetato.

13 comentários:

José Gonçalves disse...

E porque não?

Porque não será a Vida um acetato?

Onde registamos de forma indelével

os percursos escolhidos,

percorridos!

Porque não?

Um abraço e até sempre,

José Gonçalves
(Guimarães)

juvenal, o anormal disse...

:|
deprimes qualquer um:|

Telmo disse...

lolei duro

Anónimo disse...

Deixa-me ser a luzinha que te ilumina e te projecta :*

Jah Tah A Akbar disse...

E porque não?

Porque não serás um acetato?

Transparente, mas não insubstancial

invisível em certos meios

não se destacando significativamente noutros

Porque não?

Um pontapé e até nunca,

Estagiária!? disse...

Ahahahah!
Um acetato!! É boa essa! =D*
Que piadola pa!! Giro, giro!!!

Bjinho*

joaninha versus escaravelho disse...

Oh Juvenal, estás a perder qualidades. Tens aqui um comentário com uma declaração de amor e não disseste nada??? :/

Rocco disse...

Fui só eu que, ao chegar em 7º, imaginei uma gargalhada alta e labrega?

caramela disse...

Não sei se gosto mais do post se do teu comentário, Juvenal...
:)*

joana disse...

tão? à quase uma semana que não ha posts fantásticos. agora onde é q eu vou para me rir?

feitio disse...

A minha vida dava um(a) ________ (inserir alguma coisa aqui)

Telmo disse...

A minha vida dava uma piada fantástica num blog.

Anónimo disse...

a minha vida dava um slide.