domingo, 28 de setembro de 2008

anak

Na festa de anos da Amy Winehouse estavam a dar crack à toa.

8 comentários:

R2D2 disse...

Não te devias sentir assim tão pressionado a escrever post todos os dias pá

Anónimo disse...

deixóslá, juvenal, esta não está ao alcance de todos

eu próprio só atingi porque sou um ser extremamente inteligente

inteligente e arguto, cabe-me acrescentar

Anónimo disse...

mesmo considerando o duplo sentido de crack (uma droga ilegal e "pequeno software usado para quebrar um sistema de segurança qualquer"), enfim... volta depressa juvenal

biclas disse...

podiam ser traques...
axo k ela nem ixo consegue..
a nao ser k a cocaina dê gazes!!!

R2D2 disse...

Caro/a Anónimo/a de Ego Compostinho,
Percebi duas coisas neste Post: percebi o trocadilho e percebi que não é lá grande espingarda.

Juvenal,
Sempre a considerá-lo.

PWFH disse...

Foi tanto o Crack à toa, que ela morreu, e ele ficou Vesúvio.

Canuca disse...

lolol...só crack ? que festa de pobre lol

Valdemar disse...

Para os néscios, mesmo que nem de google lá vão: o Krakatoa foi um dos maiores vulcões alguma vez a entrar em actividade no mundo. Foi no Pacífico em 1883. E Anak Krakatoa, significa "filho de krakatoa", é o vulcão, mais pequeno que resultou do desaparecimento do vilcão maior. Diz-se que osom e as cinzas deste vulcão se sentiram por todo o planeta. Eu não sei, porque não estava cá...