segunda-feira, 31 de março de 2008

numa nau, a caminho do oriente

"Tu, Pero Coutinho, serras. Tu, Manuel Coelho, pregas. Tu, Nuno da Cunha, envernizas".
Ismael vendo que não lhe atribuíam trabalho, perguntou: "E eu, Fernão Mendes, pinto?"

5 comentários:

Anónimo disse...

... baril !

Beatnik disse...

mhm.

Anónimo disse...

a Super ofereceu-te jecas como premio? e já agora ..pretas? lol partilhaaaaaaaaaaaaaaaa

M.J.

Catarina disse...

Não te esqueças do dia de S. Valentim, Loureiro.
Põe-me esta carta no marco, Paulo.
Porque estás de perna alçada, Baptista?
Curtes o último álbum do Santana, Lopes?
Passa-me aí o machado, Vaz.
Curtes música de câmara, Pereira?
Foda-se tás gago, Coutinho!
O que é que tomas, Mann?
Este bacalhau está salgado, Zenha.

etc.

anatcat disse...

O ginecologista para o filho:
- Queres papa, Nicolau?